quinta-feira, 27 de julho de 2017

Novidade Elsinore :: "Sonata a Gustav"

«E, a toda aquela gente assustada, Gustav sussurrava ocasionalmente: "Têm de dominar as emoções."»



Gustav Perle nasce e cresce numa pequena cidade da Suíça, onde os horrores da Segunda Guerra Mundial são apenas ecos de um mundo distante, que parece não perturbar a paz «neutra» que abraça esse país. No entanto, a infância de Gustav, marcada pela traumática morte do seu pai, é também acompanhada por uma constante e inexplicável severidade da mãe, especialmente no que toca a sua amizade com Anton Zwiebel, um menino judeu da sua escola, pianista excecional atormentado pelo pânico e pressão de tocar em público, um menino que só na companhia de Gustav consegue encontrar segurança para poder sonhar e enfrentar o pânico de tocar perante o público.

Os anos passam e Anton está prestes a tornar-se um compositor famoso, enquanto Gustav finalmente decide apurar a verdade sobre a morte do seu pai, descobrindo um mundo familiar que até aí desconhecia.

«Tremain tem o traço de um Grande Mestre e consegue usá-lo de forma brilhante. Glorioso.» — The Times

Uma novidade

Novidade Suma de Letras :: "O Jardim das Borboletas"


Data de lançamento :: 2 de Agosto

Perto de uma mansão isolada, encontra-se um jardim com flores exuberantes, árvores frondosas e... uma coleção de preciosas borboletas. 
Jovens mulheres sequestradas e tatuadas para se parecerem com esses belos insectos. 
Quando o jardim é descoberto pela Polícia, Maya, uma das vítimas, ainda se encontra em choque e o seu relato está cheio de fragmentos de episódios arrepiantes, no limite da credibilidade. 
O que esconderão as suas meias palavras?

Uma novidade

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Novidade Topseller :: "11 Escândalos para Prender o Coração de Um Duque"

Adoorrooooo esta série de Sarah MacLean.
:D
Quem leu os primeiros livros da série?


Simon Pearson, duque de Leighton, foi educado para viver segundo rígidas convenções sociais, e preza muito a reputação e as boas maneiras. Sempre acreditou que não precisava de amar, mas apenas de casar como mandam as regras. Noivo de Lady Penelope, planeia ter um casamento perfeito, tal como a sociedade exige. E nada, nem ninguém, poderá pôr em causa as suas certezas e o seu plano.

Juliana Fiori é diferente de todas as outras jovens da sociedade londrina. Apaixonada, bonita, independente e sem medo do que pensem dela, é o tema principal de todas as conversas e mexericos. Quando um feliz acaso a aproxima de Simon, Juliana apaixona-se perdidamente e sente que eles nasceram para ficar juntos. Agora só precisa de convencer o duque de que os opostos se atraem e de o ensinar a amar pela primeira vez.

«Tudo o que espera da superestrela Sarah MacLean pode, uma vez mais, encontrar neste seu novo livro: do enredo inteligente à empatia entre heroína e herói, dos credíveis personagens aos deliciosos momentos de romance, humor e sensualidade.» 
Booklist

Uma novidade



Relembro a opinião aos outros livros da série





Novidade Editorial Presença :: "O Guardião dos Objectos Perdidos"


Data de lançamento:: 2 de Agosto

Anthony Peardew passou metade da sua existência a guardar com todo o zelo objetos que encontrava perdidos, numa tentativa de se redimir de uma promessa quebrada muitos anos antes. Já perto do ocaso da sua vida, decide deixar a casa onde vive, e os «tesouros» que nela foi reunindo, a Laura, sua assistente e única pessoa a quem ele pode confiar a missão de restituir aqueles objetos aos seus legítimos donos. Mas os últimos desejos de Anthony têm repercussões verdadeiramente inesperadas... Uma brilhante história de amor e redenção que explora a importância da memória, a magia dos objetos e o que eles representam na nossa existência, e os elos inesperados que se criam entre todos nós.

Uma novidade

Para mais informações visitem o site Editorial Presença

Novidade Topseller :: "Guarda-me para sempre"

Duas vidas que se cruzam por acaso.
Um grande amor que nasce nas entrelinhas.


Juliet ainda não conseguiu aceitar a morte da mãe. Quatro meses depois, continua a escrever-lhe cartas, deixando-as junto à campa, numa tentativa desesperada de manter a mãe viva e bem perto de si.

Declan é o tipo de rapaz que todos temem. Depois de se meter novamente em sarilhos, é obrigado a prestar serviço comunitário no cemitério local. Além da sua má reputação, ele enfrenta também os demónios do passado. Quando Declan lê uma das cartas que Juliet deixou no cemitério, decide também ele escrever-lhe. Nasce assim uma relação magnética e inexplicável. As palavras que trocam por carta, dia após dia, são libertadoras e reconfortantes, e o amor vai nascendo nas entrelinhas do acaso.

Até ao dia em que a vida real ameaça quebrar todo o encanto. Juliet e Declan estão prestes a descobrir coincidências terríveis que os mudarão para sempre.

Muito mais do que uma história de amor!

Uma viagem apaixonada pela magia dos acasos, que nos mostra que o destino pode ser, simultaneamente, cruel e fantástico.

Uma novidade

terça-feira, 25 de julho de 2017

Novidade Topseller :: "O BOSS"

Quando o teu patrão é convencido, mas sedutor,
arrogante, mas sensual,
irritante, mas irresistível,
o resultado só pode ser um…
... horas extra... ordinárias.


Estás no primeiro encontro com um homem para lá de aborrecido. O que é que fazes? Finges ir à casa de banho, ligas à tua amiga e pedes-lhe que te ligue de volta, fingindo uma emergência que te tire dali, certo? Foi o que fiz. Até porque era mesmo uma emergência…

Mas um desconhecido ouviu a conversa, chamou-me pretensiosa e teve o atrevimento de me dar conselhos! Respondi-lhe que se
metesse na sua vida — na sua vida de homem alto, musculado, lindo de morrer e irritantemente convencido — e voltei para a minha mesa deprimente.

De onde estava, não pude deixar de olhar para ele, acompanhado por uma loira bombástica. Típico! Quando me apanhou a olhar, piscou-me o olho, levantou-se com a sua bimba e dirigiu-se à minha mesa. Pensei que fosse denunciar-me, mas, em vez disso, fingiu que nos conhecíamos, juntou-se a nós, e partilhou histórias mirabolantes sobre um passado fictício entre nós... Tenho de confessar que o meu encontro passou de chato a estranhamente excitante.

Quando a noite acabou, não parei de pensar nele, mesmo sabendo que nunca mais o veria. Afinal, quais seriam as probabilidades de voltar a encontrá-lo numa cidade com oito milhões de pessoas? Quais seriam as probabilidades de, um mês depois, ele vir a ser o meu novo Boss?


Uma novidade

Passatempo Especial :: "DOMINA"

A Judith voltou!
Passatempo termina dia 30/07/17

Para se habilitar ao passatempo, preencha o formulário abaixo e siga as regras dos nossos passatempos:

ATENÇÃO - REGRAS:
- O preenchimento do formulário é obrigatório para se habilitar ao passatempo.
- Podem participar todos os dias, basta voltar a preencher o formulário e partilhar o passatempo nas redes sociais.
- Só serão apuradas participações de fãs e/ou seguidores do Efeito dos Livros
- Ser fã e seguidor, duplica as hipóteses de ganhar.
- Só aceitamos participações de residentes em Portugal.
- Sorteamos os prémios no random.org entre todos as participações.
- Não nos responsabilizamos por nenhum extravio. O envio do prémio será efectuado pela editora.

Uma passatempo em parceria com 


Novidade Editorial Presença :: "O EFEITO ROSIE"

OH MEU DEUS :D Rosie e Don estão de volta! :)


Data de lançamento :: 2 de Agosto

Dez meses e dez dias após o seu casamento, encontramo-nos de novo com Don e Rosie, agora a viverem felizes em Nova Iorque. Mas Rosie está grávida e Don tem de se preparar para ser pai - o maior desafio da sua vida, anteriormente tão organizada. Para Don, cujo equilíbrio mental se baseia na planificação, a chegada de um filho é assustadora. Por outro lado, na sua atividade profissional, as surpresas multiplicam-se... Será Don, com o seu espírito científico, capaz de preservar a felicidade? Ou regressará ao seu anterior

Uma novidade

Relembro a opinião ao primeiro livro
O PROJETO ROSIE

Opinião Metade Colorida
Opinião Metade Negra

Novidade Topseller :: "O Prédio das Mulheres que Desistiram dos Homens"

Num prédio só de mulheres, os homens não entram!


Os homens são personagens principais e estão omnipresentes em cada casa… presentes nas memórias, nas feridas, na raiva e no desejo das mulheres que aqui habitam. Elas encontram-se unidas por um único aspeto: nunca mais querem voltar a apaixonar-se. Tudo parece claro e bem definido, até que uma nova inquilina vem colocar tudo em causa. Apesar de seduzida pela cumplicidade, pela coragem e pela garra das suas amigas, Juliette não desistiu dos homens nem do amor. Conseguirá a jovialidade e vontade de viver dela mudar as certezas inabaláveis das suas companheiras?

Um romance irónico que nos faz pensar sobre a dificuldade de amar, de confiar no outro, de acreditar no futuro.

Uma novidade

Novidade Elsinore :: "Pequenos Boémios"


Mais uma noite. Mais uma música? Mais uma pastilha. E o autocarro noturno. Excelente. Que tal andas, já estás melhor? Sim. Adoro?te meu a sério. Eu também te adoro. E a rir?nos um para o outro enquanto Londres inteira a curtir no seu circo de luzes.»

Uma rapariga de 18 anos, recentemente chegada a Londres para estudar Teatro, apaixona-se por um homem mais velho, um ator estabelecido e bem-sucedido. Uma rapariga de 18 anos, ingénua e carregada de expetativas sobre a vida numa grande cidade e um homem acompanhado por fantasmas de uma vida conturbada acabam por se apaixonar. Londres vibra, aproximando-se do novo milénio. A rapariga e o homem vivem um ano que poderá acabar por consumilos, sem hipótese de retorno.

Entre o épico e o delicadamente íntimo, Pequenos Boémios é a celebração da luz e da escuridão, das ansiedades de envelhecer e da intensidade transformadora do amor.

«O romance que confirma a autora como uma das mais importantes escritoras da atualidade.» — The Guardian

Uma novidade

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Novidade Saída de Emergência :: "A Súbita Aparição de Hope Arden"


Ouçam-me. Lembrem-se de mim… O meu nome é Hope Arden, sou a rapariga de quem ninguém se lembra. Primeiro esquecem o meu rosto, depois a minha voz e, por fim, as consequências dos meus atos. Desapareço da memória sem deixar rasto. Começou quando tinha 16 anos, um momento de cada vez. O meu pai esqueceu-se de me levar à escola, um professor esqueceu-se que eu era sua aluna, a minha mãe colocou mesa para três, em vez de quatro. Um amigo olhou para mim e só viu uma estranha. Por mais que eu tente, por mais pessoas que magoe ou crimes que cometa, nunca se lembram de mim. E isso torna-me única… e particularmente perigosa. Esta é a história de Hope Arden, a rapariga que todos esqueceram. Uma saga de amor, esperança, desespero e ânsia de viver o momento e deixar uma marca na vida.

Uma novidade

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Novidade Bertrand :: "Seduzido até Domingo"


Data de lançamento :: 4 de Agosto

Meg Rosenthal: Casamenteira de dia, realista à noite, Meg não se vai deixar levar por um belo homem de negócios qualquer com o seu fato de designer. Foi a uma fantástica estância avaliar o potencial dessa ilha privada para a sua agência, não foi para namorar com o seu dono. Mas aquele homem tem um magnetismo qualquer a que é difícil resistir, até mesmo para uma mulher que se recusa a apaixonar-se. Valentino Masini: Homem de negócios bem sucedido e lindo de morrer, Valentino está habituado a ter o que de melhor há no mundo. No entanto, nunca quis nada com a intensidade com que quer Meg, que provocou um terramoto no seu coração. Mas justamente quando decide convencê-la a ficar, alguém decide tirar Meg da ilha… para sempre.

Uma novidade


Relembro a opinião aos outros livros da série Weekday Brides





quarta-feira, 19 de julho de 2017

Opinião "Estou a ver-te"

Todos os dias o mesmo caminho para o trabalho, o mesmo comboio, o mesmo lugar, as mesmas pessoas.
Quantos de nós observamos o que nos rodeia neste trajecto?
Quantos de nós somos inconscientemente metódicos nesta rotina diária?
Quem disse que a rotina mata....tinha toda a razão.


Conhecemos Zoe no seu trajecto casa-trabalho. Uma jornada diária e fixa, quase em piloto automático, para uma mãe de quarenta anos que à primeira vista é igual a tantas outras pessoas no metro de Londres. Mas o seu dia a dia sofre um abalo no momento em que vê a sua foto num anúncio na secção de encontros/acompanhantes do London Gazette. Com apenas com link e um número de telefone, este anúncio pode ser simplesmente uma brincadeira de mau gosto mas quem seria capaz de lhe pregar uma partida assim?
E para mais, como é que lhe tiraram uma foto sem que reparasse?
Tudo pode não passar de pânico infundado, a pessoa na foto pode ser só alguém muito parecido com Zoe mas quando uma das outras mulheres que também apareceu nos anúncios é assassinada, Zoe não tem dúvidas, ela é um alvo e o encontreatal.com o local da caça com todos os detalhes necessários para o caçador encontrar a sua presa.

"São tão estúpidas. As passageiras. Vemo-las, indiferentes ao mundo à sua volta. Ligadas aos iPods, fitando os telemóveis, lendo os jornais. Fazendo o mesmo percurso todos os dias, sentando no mesmo lugar, esperando no mesmo sítio do cais"

Do lado acção policial encontramos Kelly Swift uma agente da Polícia com potencial para investigação a sério mas que devido a um descontrolo se viu em problemas e foi remetida para a brigada de furtos no metro. Desejosa de voltar a uma brigada de maior acção, Kelly sabe que não há muita gente que meta as mãos no fogo por si mas no momento que recebe o contacto de Zoe, tudo está prestes a mudar. 
Um dos casos de furto no metro está conectado com a publicação da foto de vítima no jornal.
Seria o assalto consequência do anúncio?
Se esta mulher foi vítima de assalto, quantas mais não podem ser um potencial alvo? O quão vasta é a rede que quer mal a estas inocentes passageiras?


"ESTOU A VER-TE" está espectacular e vai fazer com que na próxima vez que apanhar o comboio a caminho do trabalho eu mude os meus hábitos.
Somos tão facilmente um alvo, para começar porque somos mulheres, mas tambem porque não somos previdentes. Vivemos confiantes que o perigo não nos espreita a todos os momentos e seguimos o nosso caminho automaticamente a cantarolar a nossa música, a devorar o nosso livro ou deslizar o dedo no telemóvel, completamente absorvidas pelas publicações no facebook.

Imaginem que alguém vos segue, que vos fotografa e que divulga esse itinerário ao mais ínfimo detalhe a centenas de estranhos online. Imaginaram?
Agora imaginem-se hoje ao final do dia a fazer o vosso trajecto para casa, cansadas e com calor, desejosas de se refrescarem e algures a meio do caminho, naquele túnel escuro que têm de atravessar para o estacionamento junto à estação,  alguém vos interceta, para o bem ou para o mal, apenas porque sabe que à hora que passa ali, o faz completamente sozinha.
É assustador não é! ?
Assim o é "Estou a ver-te" quando nós faz colocar em causa as nossas rotinas, as pessoas à nossa volta e tudo o que tomamos como certo.
Se "deixei-te ir" me surpreendeu pela reviravolta que o livro levou a meio, este "Estou a ver-te" bofeteia-me duplamente ao provar que nunca podemos dar nada como garantido, especialmente o lado negro da inveja, da traição e de tantos outros lados obscuros de nós próprios e das pessoas que nos rodeiam.

Uma novidade

Relembro a opinião ao outro livro da autora

terça-feira, 18 de julho de 2017

«O olhar da mente: um caso do inspector Van Veeteren» de Hakan Nesser :: Opinião




Nesser pode ser o mestre do suspense, mas eu sempre soube quem era o assassínio!

No entanto, nem isso me tirou o entusiasmo de ler e continuar a mergulhar de cabeça neste enredo bastante bem conseguido. O livro remonta a 1993, o que é interessante de avaliar já que tecnologias e brilhantismo modernos não fazem parte das formas de resolver o crime, o que facilmente faz parecer um livro de uma época longuínqua, especialmente quando o narrador é irónico e hilariante com coisas tão simples como uma mosca varejeira a pairar sobre um julgamento. Não diminuindo em nada a qualidade da escrita do autor, antes pelo contrário, contribui bastante para apegar o leitor ao ambiente que se vai criando, mais sombrio, mais afunilado e acusador, criticando aqui e ali e sempre com um toque de humor que balança com a personagem de Van Veeteren, cáustico, critico e até gozão.

"A sala de audiência estava completamente cheia, não sobrava um único lugar sentado. (...)
Mitter ficou bastante surpreendido pela assistência ser tão numerosa e contou, pelo menos, uns dez jornalistas. (...)
Também havia uma mosca varejeira. Passou a maior parte do tempo no tecto, directamente acima da secretária do procurador, embora de vez em quando desse voltas à sala e quase sempre visasse uma das duas juradas (...) Os seus raides eram acompanhados por um zumbido rouco, que fazia um contraste agradável com a voz algo esganiçada do procurador. (...)
À excepção disto, os acontecimentos do dia foram quase sempre bastante entediantes."

Van Veeteren é um inspector carregado de sarcasmo e dono de pouca paciência. Um touro, como ele próprio se imagina, nos sonhos que o perseguem. Um touro já velho e lento que se amansa ao som de música clássica andaluz e Bach, a banda sonora que o acompanha tanto nas idas à casa de banho como quando faz incursões no terreno, tentando que alguma beleza o separe da bruta realidade.

"Sozinho ao volante, com Julian Bream e Francisco Tárrega a escoarem-lhe nos ouvidos, a paisagem árida a servir de barreira e de filtro entre ele e a realidade demasiado incomodativa (...) A manhã, escura e nevoente, foi melhorando com a passagem das horas, mas as nuvens escuras e de chuva não chegaram a desaparecer (...)"

A geografia e as sua identidade bastante marcada contribuem tanto para o cenário que emoldura o crime, como para o humor que pauta os diálogos entre o inspector e seus companheiros de esquadra. A escrita de Nesser molda de forma peculiar este género literário, onde uma escrita simples e uma leitura veloz costuma ser o que o leitor encontra, mas aqui há mais, há mais camadas para descobrir e um humor carregado numa personagem que podia assumir traços de detestável.

*

Uma excelente aposta da TOPSELLER, mais um autor muito bem escolhido.